Somos um Grupo Espírita que foi iniciado em 1975, na casa de uma senhora, Madalena Costa Pereira. Ela e seus filhos nos abrigaram durante um ano até que, em 1976, conseguimos alugar uma casa bem pequena.

 

Ali foi dado o nome de Grupo Espírita João Augusto Chaves em homenagem àquele que foi o pioneiro do Espiritismo em Uberaba.

 

Nosso grupo de trabalhadores aumentou e assim fomos para uma outra casa em 1978, reformada para nos auxiliar no atendimento a todos aqueles que ali chegavam. Lá, fazíamos uma pequena distribuição de mantimentos à 15 famílias e também de medicamentos.

 

Nossa médium, Jeanette Vitali Foroni dava passividade a dois mentores principais: Dr. Fernando e Dr. Cardoso.

 

Vendo que nossa casa estava pequena, um amigo muito querido, Euclides Brandão, nos ofereceu um terreno no bairro Abadia que naquela época possuía poucas casas. Aceitamos e iniciamos várias campanhas para a construção.

 

Em 1980 mudamos e iniciamos trabalhos mais intensos e mais organizados. Ao lado porém com a frente dando para outra rua, este mesmo amigo possuía outro terreno. Solicitamos a permissão para construir um Posto de Saúde que a Prefeitura de Uberaba comandou durante 14 anos.

 

Neste ínterim, construímos a primeira fase da Assistência Social que leva os nomes dos nossos mentores: Assistência Social Dr. Fernando Cardoso.

 

E assim foram sendo erguidos o salão de sopa, a cozinha, duas salas de aulas, e um consultório médico, iniciando assim estas atividades em 1982.

 

Nosso grupo organizou oito equipes para a Sopa Fraterna, aos domingos.

 

Com doações e promoções sociais, fazemos a distribuição de Cestas Básicas no 3º domingo de Dezembro, à 800 famílias cadastradas.

 

Recebemos de um salão de cabeleireiros e de uma loja especializada, móveis os quais instalamos em uma das salas de aula e assim conseguimos uma professora junto à Assistência Social da Prefeitura, para a formação de profissionais na área (corte de cabelo, manicura e depilação) .

 

Além do ensino, damos assistência àqueles que não podem pagar por um corte de cabelo.

 

Com o passar do tempo a Prefeitura construiu um Posto de Saúde do bairro, liberando as salas da Assistência Social.

 

Nas salas desocupadas pelo Posto de Saúde, iniciamos a Evangelização da Criança com três níveis.

 

Mais adiante, em 1999, construímos duas salas maiores com capacidade para 30 alunos e que abrigaram cursos profissionalizantes como: secretariado executivo, inglês, palestras médicas da Secretaria de Saúde e curso de alfabetização de adultos.

 

Iniciamos também a costura voluntária, onde confeccionamos paletós de flanela, (flanelas doadas). Em média distribuímos 1200 paletós ao ano.

No salão da sopa, são oferecidos cursos de pintura em tecido, pinturas especiais em caixas, bandejas e pedraria.

 

Os cursos de artesanato são ministrados por professores habilitados, que ensinam crivo, ponto cruz, abrolhos, hardanger, crochet filet, e crochet barbante, fazendo exposições em vários pontos da cidade e região.

 

Durante todo ano, distribuímos enxovais de bebê, com peças doadas pelos freqüentadores do nosso Grupo Espírita.

 

Em parceria com o Grupo Espírita da Paz (Goiatuba), distribuímos gratuitamente medicamentos fitoterápicos.

 

Possuímos uma livraria, para que as pessoas possam adquirir as obras espíritas e que possam ter mais contato com a Doutrina. E para aqueles que não possuem condições de adquirir os livros, possuímos uma biblioteca com vários exemplares.

 

E essa é a nossa resumida história de trabalho intenso e maravilhoso em prol do bem e do próximo.

 

 

Elcy Silva Hercos

Presidente




QUEM FOI JOÃO AUGUSTO CHAVES ?

 


            O professor João Augusto Chaves nasceu no dia 13 de dezembro de 1865, na cidade de Russas no Ceará, falecendo em Uberaba, em 1946. Passou sua infância em Aracati-CE e a mocidade em Passos-MG. Em 1889, estudou na Escola Normal de Uberaba, transferindo-se definitivamente para essa cidade em 1904.  Em pouco tempo, projeta-se na comunidade, exercendo papel saliente, pelas décadas seguintes, na educação, no jornalismo e na propagação da doutrina espírita, constituindo-se como um dos grandes líderes.

            Fundou em 1911, o primeiro “Centro Espírita Uberabense”, empenhando-se na construção de sua sede, inaugurada em 1918. Durante vários anos, presidiu o centro, estando entre as diversas realizações de sua gestão, a fundação do Sanatório Espírita.

            Não apenas pelo empenho e intensidade de sua militância religiosa e docente, mas também por seu teor, sentido e relevância, foi homenageado com a designação de seu nome para rua situada no bairro Boa Vista, para a escola estadual na Avenida Fernando Costa, em 1948 e para o nosso Grupo Espírita que foi fundado em janeiro de 1975, com o nome de “Grupo da Paz”, presidido pela Sra. Madalena Souza Pereira, e posteriormente em 06 de dezembro de 1977, foi constituído legalmente com o nome de Grupo Espírita “João Augusto Chaves”, tendo como presidente até os dias atuais, Dra. Elcy Silva Hercos.

            Segundo depoimento do Dr. José Mendonça: “Professor Chaves foi o homem mais perfeito que encontrei no mundo. Preocupava profundamente com a sorte e sofrimento dos pobres, dos desprotegidos, dos doentes, dos desvalidos. E sabia com palavras de ternura, confortar, consolar aflitos, encorajar os tíbios, tranquilizar os angustiados, estimular os indeciso e os fracos, abrir luminosos e claros horizontes de esperanças aos olhos dos que sofriam. Mantinha uma pequena farmácia homeopática, para distribuição gratuita de medicamentos.

            Destacou-se, entre os mestres da região, como um dos mais sábios, dos mais eficientes, dos mais capazes e dos mais nobres. Culto, inteligente, operoso, escreveu diversas obras didáticas, estudos e artigos públicos, na “Revista do Ensino” de Minas Gerais. Escreveu ‘Contos Infantis’, com finalidades educativas de formação moral, sempre com agrado.”



 

www.hercos.pro.br ®

Todos os direitos reservados.

Favor entrar em contato caso haja algum link quebrado.

Melhor visualizado com 1024x960 de resolução